Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

BAGAS DE BELADONA (27)

Janeiro 06, 2017

Tarcísio Pacheco

abstinência sexual.jpg

 imagem em: https://previneprotege.wordpress.com/2014/10/02/metodos-contracetivos-naturais/

 

 

BAGAS DE BELADONA (27)

BAGA TOMA UM DUCHE FRIO E PENSA NOUTRA COISA - Tomei conhecimento, nas páginas do DI, do confronto recente sobre a introdução do conteúdo "abstinência sexual", como opção válida no capítulo das técnicas de contracepção, no âmbito da leccionação do tema de Educação Sexual nas escolas. Sendo o sexo a razão por que estamos todos por cá, no planeta, no momento e uma coisa de que quase todos gostamos, de uma forma ou de outra (alguns casos suscitam-me  dúvidas), parece-me ser este um tema que devia merecer a nossa melhor atenção. Mas não somos propriamente um povo de grandes inovadores, no que respeita à Pedagogia, não é verdade? Andamos há muitos anos sem atinar como devemos instruir as nossas crianças sobre uma coisa que eles vão de certeza absoluta querer experimentar, o mais cedo possível e com grande convicção. Cada cabeça, cada sentença e já tivemos um pouco de todas as correntes, desde a inserção do tema na área das Ciências da Natureza (episódios espectaculares de frenesim sexual entre abelhas e flores, ilustrados por belíssimos diagramas das trompas de Falópio) até deixar por conta da disciplina de Religião e Moral Católicas (crescei e multiplicai-vos, folgai com a vossa legítima esposa mas só com essa e só nos dias certos, até ao fim das vossas vidas...). Tenho poderio de dúvidas sobre imensas coisas, na verdade, sobre quase tudo - nem todos podemos ser inteligentes como D.Trampa ou Cavaco Silva - mas sobre Educação Sexual nas escolas, nem por isso. Deveria ser uma disciplina presente na formação dos futuros professores e depois ser leccionada autonomamente nas escolas, em todos os níveis de ensino (do 1.º ao 12.º ano) com conteúdos naturalmente adaptados a cada nível etário mas sempre abordando o tema de forma plena e integrada, nas suas diversas e inúmeras vertentes, natureza, fisiologia, cio, reprodução, pulsão, técnica, prazer, contracepção, socialização, emoção, amor, ética e outras.
Mas na verdade, a Educação Sexual nas escolas acabou por ser uma longa introdução para o que me trouxe hoje ao terreiro. É que, ao contrário do que propõe a Juventude Popular, a abstinência não é, de forma alguma, uma técnica de contracepção. Esta define-se como um conjunto de técnicas para evitar uma gravidez QUANDO se têm relações sexuais. Portanto, a falácia está estabelecida à partida. Podemos fazer uma comparação com a ingestão de alimentos, por exemplo. Comer é essencial à vida mas também é perigoso, sobretudo hoje em dia. Podemos engordar, desenvolver mau colesterol, sofrer perigosas contaminações bioquímicas, ficar envenenados, acumular ácido úrico ou simplesmente morrer na hora, se tivermos o azar de entalar um pedaço de comida no esófago. Ou seja, tudo resultados indesejados, como em certos casos de gravidez. No entanto, ao leccionar Educação Alimentar na escola, ninguém vai recomendar o jejum completo, como forma de evitar a intoxicação alimentar. O sexo, em sentido lato, também é essencial à vida. E a maior parte de os seres humanos não vai poder nem querer passar sem sexo durante a maior parte da sua vida. Aliás, o sexo é bom, faz muito bem e todos deviam fazer bastante. Portanto, não estou a ver que a abstinência sexual possa ser uma técnica para evitar a gravidez resultante do sexo. É antes uma técnica para evitar o sexo. E é bem conhecida a fonte de semelhantes ideias contra natura.
BAGA BRUNO "ASPRILLA"-  Ao Bruno "Asprilla" que, no passado dia 23 de Dezembro, dentro da discoteca Twin's Pub, agrediu selvaticamente o meu filho e dois amigos dele, tendo-lhe deixado o rosto cheio de hematomas e um tímpano perfurado, segundo o competente relatório médico, desejo um Feliz Ano Novo, com lições positivas de vida. E que o seu filho, quando crescer e começar a ir à discoteca, tenha a sorte de não encontrar pela frente pessoas como o seu pai e, sobretudo, não lhe siga o exemplo. POPEYE9700@YAHOO.COM

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2002
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2001
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2000
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 1999
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Fazer olhinhos

Em destaque no SAPO Blogs
pub