Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

BAGAS DE BELADONA (152)

Dezembro 18, 2023

Tarcísio Pacheco

 

cartoon-funny-santa-claus-with-a-glass-of-vector-6345861 (1).jpg

imagem em: Cartoon funny santa claus with a glass Royalty Free Vector (vectorstock.com)

 

BAGAS DE BELADONA (152)

HELIODORO TARCÍSIO          

 

BAGA ESPÉCIE IMPRESTÁVEL – Que raio de espécie ruim e estuporada é a humana… Isso vê-se de muitas maneiras, nem é preciso ir buscar nenhum dos muitos massacres, recentes ou antigos (deve estar a acontecer algum enquanto escrevo…). Basta atentar na forma como nos exprimimos no quotidiano. Em Portugal, por exemplo, para referir duas pessoas que combinam bem, num casal por exemplo, que estão quase sempre de acordo, até poderíamos dizer “se um diz abraça, o outro diz beija” … Mas, claro que não, o que dizemos é “se um diz mata, o outro diz esfola”. Salta à vista a nossa ruindade essencial e estrutural… E não vir um asteroide bem grande por aí abaixo…

 

BAGA VITÓRIA DO HAMAS – Não sendo licenciado em Comentadoria, nem mestre em relações internacionais, ando, no entanto, atento ao que se vai passando neste pobre e plastificado mundo…. Sou equidistante na questão do conflito em curso em Gaza, visto que, como se diz em bom português, tanto torço o pescoço a um fanático islâmico como a um judeu ortodoxo de extrema-direita. Ou a qualquer fanático, de qualquer ramo. Não tenho muitas dúvidas sobre os principais objetivos do Hamas quanto ao massacre de 7 de outubro e à tomada de reféns. Olhando para o que se tem passado em Gaza, percebe-se que o Hamas atingiu perfeitamente os seus maiores objetivos. Na prossecução do seu grande e confessado objetivo que é destruir por completo Israel e expulsar, de novo, os judeus, do Médio Oriente, com o 7 de outubro, o Hamas pretendeu provocar Israel (o que nem é muito difícil) de maneira a levar aos extremos o seu espírito de vingança. Isso pôde ser facilmente conseguido com o massacre de civis inocentes e a tomada de reféns (o que lhes dava uma posição negocial defensiva, enquanto continha o ímpeto bélico dos israelitas). Tendo reagido Israel exatamente como se esperava, com uma divina, bíblica e letal fúria de vingança, desatando a bombardear Gaza e a massacrar palestinianos indiscriminadamente, civis, mulheres e muitas, muitas crianças, uma parte substancial da opinião pública mundial tem apoiado os palestinianos de Gaza. E isso enfraquece Israel e os seus aliados e fortalece o que resta do Hamas e os seus aliados. Israel tornou-se odiosa, ao defender argumentos maquiavélicos e amorais para massacrar crianças. E com isto, os do Hamas, do Hezbollah e os demónios negros dos aiatolás, esfregam as garras, de contentes. O Hamas está-se nas tintas para as crianças palestinianas, aliás, eles imaginaram as coisas precisamente assim e funcionam numa lógica de martírio, deles próprios e dos outros, em que a vida humana tem pouco ou nenhum valor. Por outros motivos, Israel também se está nas tintas para as crianças palestinianas, que veem, aliás, como futuros recrutas do Hamas ou do Hezbollah. Quanto à comunidade internacional, todos condenam a violência, mas ninguém quer receber refugiados palestinianos, nem sequer os vizinhos árabes… E é nesta porca e hipócrita miséria que andamos… E não vir um asteroide bem grande por aí abaixo…

 

BAGA O PORQUINHO CHORÃO – O leitãozinho norte-coreano apareceu recentemente na televisão dele a chorar baba e ranho e assoar-se com um lencinho branco, dizendo-se muito triste pela baixa natalidade das mulheres norte-coreanas e apelando a uma mudança social. Se bem sei como funcionam as coisas por lá, toda a população do país, em idade fértil, deve ter estado a anotar furiosamente nos seus bloco-notas as ideias lascivas e sugestões lúbricas do Grande e Querido Líder. Até porque sabemos que por lá, quem se esquecer do bloco-notas e for denunciado por um vizinho invejoso, pode muito bem ir parar a uma mina de carvão, com contrato de trabalho vitalício. Este apelo do Querido Líder pode vir a ter consequências positivas, pode levar a que toda a gente na Coreia do Norte desate a fazer sexo a toda a hora, o que é bom para a pele, unhas, para a saúde em geral, gerando euforia e felicidade. Alimentar as crianças vindouras e suas mães é outra questão, até porque para criar cada milhar de crianças é um míssil nuclear a menos. Mas isso, os amigos chineses resolvem. Bom, neste caso, vou suspender o asteroide, ninguém merece morrer assim, desprevenido e em cuecas.

 

BAGA AH! É VERDADE, É NATAL – Tenho de ter em conta que é Natal, curtíssimo período de paz e boa vontade na Terra, que celebra o nascimento de todos os que nasceram a 25 de dezembro, excetuando Jesus de Nazaré, que ninguém faz a mínima ideia de quando nasceu. Nem quem era o pai biológico dele, mas isso é outra história.  Não vamos estragar o espírito de Natal com maledicências. Para isso, já temos aquele programa da Maya e C.ª. Como ia dizendo, visto que é Natal, talvez tenha exagerado na história do asteroide bem grande. Imbuído de verdadeiro espírito natalício, troco por uma data de asteroides pequeninos e muito bem apontados, no dia e hora certos: a Moscovo, em dia de reunião do governo, com Putin e Medvedev presentes, à Casa Branca, se Trump for reeleito, de preferência com muitos apoiantes dele nas redondezas, etc, etc. Eu sei, o que estão a pensar, vão ser precisos muitos asteroides pequeninos por esse mundo fora … Que bela coisa para se pedir ao Pai Natal…. Vou já escrever a cartinha pedindo um saco cheio de asteroides explosivos e uma pontaria afinada, que é para não cair nenhum nos Açores. E que ninguém me acuse de falta de espírito natalício, seria injusto, não me importo nada que os pequenos bólides venham embrulhados em papel festivo e com lacinhos. Como é de bom tom desejar-se, Feliz Natal para todos, muita saúde, comei, bebei, festejai à nova moda da Coreia do Norte, sejam felizes enquanto podem e para sempre, se conseguirem. POPEYE9700@YAHOO.COM

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2002
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2001
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2000
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 1999
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Fazer olhinhos

Em destaque no SAPO Blogs
pub