Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

BAGA FRANCESICES (BB121)

Abril 19, 2021

Tarcísio Pacheco

Imagem1.jpg

imagem em: 96199153 (1920×1080) (canalplus.pro)

BAGAS DE BELADONA (121)

HELIODORO TARCÍSIO   

BAGA FRANCESICES – Há quem se pele por uma francesinha. Como sou meio vegetariano, confesso que não costumo comer dessas francesinhas. Doutras, já provei, mas isso também não interessa para nada agora. A francesice que me traz ao terreiro hoje é doutro tipo.

Parece que, recentemente, um radialista francês, Philippe Caveriviere, esteve no centro das atenções em Portugal por ter gozado com os portugueses na rádio francesa RTL. Entre outros mimos, ridicularizou a nossa forma de vestir, falou do gel que usamos no cabelo e comparou-nos a um conhecido criminoso francês. Não me senti pessoalmente atingido porque, como já não tenho cabelo, não uso gel. Mas le petit coquin foi mais longe e atreveu-se a insultar a nossa glória nacional, Cristiano Ronaldo, digno sucessor do Eusébio e que, como todos sabemos, costuma ter uma aparência cuidada de quem se sabe capa de revista e tem até um gestor de imagem. Não tenho muito a dizer sobre o assunto, de modas percebo pouco, comigo é mais t-shirt, jeans e ténis, 98 por cento do tempo. E confesso que me chama mais a atenção a forma de vestir (e despir) da Georgina. Por outro lado, já temos cavaleiro que empunhou a espada em nossa defesa. O humorista português Luís Franco-Bastos já lhe deixou as orelhas em sangue. Mas sempre hei de dar o meu testemunho pessoal, já que, de franceses,  sei qualquer coisinha.

Sou marinheiro amador, da área da vela de cruzeiro, na verdade, a minha paixão maior. Ao longo da vida, tenho conhecido muitos velejadores, de várias nacionalidades. Nas marinas, em qualquer lugar do mundo, obviamente, é proibido usar a sanita de bordo, devendo as pessoas deslocar-se aos WC’s das marinas. Seria especialmente pecaminoso usar a sanita de um iate na marina de Angra, de águas geralmente límpidas e cheias de peixes variados. Pois bem, em muitos anos de marina (sou dos primeiros residentes), os únicos velejadores que alguma vez vi a evacuar descaradamente na marina, mesmo ao lado do meu barco, foram tripulantes de iates franceses, conspurcando as cristalinas águas em redor com a sua delicada caca francesa (sem dúvida perfumada com Chanel nr.5). Isso aconteceu por duas vezes, em anos diferentes, com dois iates franceses. Uma das famílias era até muito simpática, tinha estado a conversar bastante com eles, na véspera. Simpáticos…, mas porcos. No mundo náutico, os franceses têm duas famas de que jamais se livrarão. Uma é tresandarem a perfume para disfarçar a falta de higiene. Outra é terem alguma tendência para levar “emprestado” objetos que não lhes pertencem, de outros barcos.

Há uns anos, também entrei no iate de um amigo francês que, tempos antes, havia sido meu companheiro de viagem marítima da Terceira a Cabo Verde. Bom sujeito, mas o interior do barco dele parecia um salvado de naufrágio. À vista daquilo, o meu barco parecia uma sala do palácio de Versailles em dia de baile da corte. Ainda bem que ele não vai ler isto.

Por outro lado, há uns anos vivi algum tempo em Paris. Fui e o Sócrates, a diferença é que a mim ninguém me pagou nada, pelo contrário e, enquanto ele foi estudar coisas finas, eu fui fazer um curso de percussão brasileira. Da minha experiência parisiense, entre algumas coisas boas, posso testemunhar que os franceses de Paris, especialmente da meia-idade para cima, são, muitas vezes, arrogantes, racistas, metediços e insuportavelmente mal-educados. Deram, por diversas vezes, cabo da cabeça ao meu querido irmão, residente em Paris, coisa que nunca lhes hei de perdoar. Há coisas magníficas em França, mas fica para outra oportunidade. À vista disto, o que é que interessa um pouco de gel no cabelo, palitar os dentes com espinhas de sardinha ou a mania de ir rezar a Fátima? POPEYE9700@YAHOO.COM

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2002
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2001
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2000
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 1999
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Fazer olhinhos

Em destaque no SAPO Blogs
pub