Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

popeye9700

Crónicas e artigos de opinião, a maior parte publicada no Diário Insular, de Angra do Heroísmo.

O TRIUNFO DA BICHARADA

Outubro 31, 2013

Tarcísio Pacheco

 

 

imagem: http://acincotons.blogspot.pt/2013/05/o-triunfo-dos-porcos.html

 

 

O TRIUNFO DA BICHARADA

 

HELIODORO TARCÍSIO


Num passado recente, o atual Governo de Portugal inspirou-me comentários relacionados com a obra de George Orwell,  O Triunfo dos Porcos. Nessa altura, foram comentários generalistas, quiçá suscetíveis de ofender a dignidade de qualquer suíno que se dê ao respeito. Por esse facto, em privado, apresentei as minhas sinceras desculpas à espécie eventualmente ofendida. Já recebi a resposta, uma simpática mensagem, num envelope cor-de-rosa, escrita pelo punho da própria Miss Piggy, com o número de telemóvel dela no final e uma clara insinuação para irmos às trufas juntos numa mata deserta. Que adorável porquinha.

A questão é que a situação começa a envolver profundamente o reino animal. Na verdade, já havia sintomas prévios. Começa logo pelo facto, indesmentível, de que o chefe do Governo é um coelho. Não é um animal de qualidade, pertence a uma raça  vulgar,  não tem pedigree, tem um aspeto irritante, um pelo fraco  e tem o desagradável hábito de querer roubar as couves a toda a gente. Há cerca de dois anos que tenho a sensação de andarmos entregues às carochas.  Sempre que o Governo fala aos Portugueses e anuncia a reforma do Estado, fica tudo em águas de bacalhau. Sempre que há um Conselho de Ministros, rebeubéu, pardais ao ninho, é um grande alvoroço. Quanto ao povo, do qual faço parte, por manifesta injustiça,  já que merecia muito mais ser político ou banqueiro, anda que nem baratas tontas, de um lado para o outro, a ver se escapa ao pior. Não falta quem diga que comprámos gato por lebre. Temos engolido sapos a um ritmo que, com franqueza,  me faz recear a extinção destes batráquios e depois termos que engolir outras coisas, tipo lagartas peludas  ou algo ainda mais assustador, tipo Manuela Ferreira Leite. Acho mesmo que é isso que Cavaco Silva quer dizer quando proclama que é melhor estarmos calados e quietos senão ainda é pior. Talvez seja por isso que me dá a nítida sensação dele ter macaquinhos no sótão. Ele podia ser a solução, para isso é que lhe pagamos e não nos sai nada barato, embora ele seja mal agradecido e se queixe muito do custo de vida. Mas, a maior parte das vezes, parece que o gato lhe comeu a língua. O que talvez seja bom para a gente, na medida em que, cada vez que ele abre a boca sai asneira ou entra mosca. Claro que há alternativas, há sempre. Mas são peixes de águas profundas. E ele complica-me a vida, digo sempre à minha bebé que não há papões e depois ela olha para a TV,  vê aquela carranca e mija a fraldinha.

Ontem, Portas, o grilo-falante, veio dizer ao País que está iminente a saída de Portugal da recessão técnica. Fiquei comovido e  muito impressionado pela coincidência dos funcionários públicos estarem na iminência de entrar num período definitivo de recessão técnica. Mas hoje é que me deu mesmo a impressão que isto vai ficar para a bicharada. A ministra Assunção Cristas, que até é a fêmea mais apurada de todas as que compõem o Governo e, aparentemente, uma parideira competente,  acaba de anunciar mais uma medida de grande alcance para o país. Cada cidadão só vai poder ter um máximo de dois cães e quatro gatos em casa.  Ora, eu considero-me um otimista e, portanto, segundo a classificação ontem enunciada por esse lobo senil,  Prof.  Medina Carreira, sou estúpido e ignorante. Ele é um pessimista e muito inteligente. É tarde para resolver este problema, o meu e o dele, por isso, como sempre, vou tentar ver a coisa pelo lado positivo. Não é assim tão mázinha a ideia da Cristas. É que isto é bem capaz de ser só o princípio da coisa. Tem sido sempre assim com este Governo icebergue. Então, o passo seguinte só pode ser legislação inovadora sobre ratos e baratas. Confesso que estas últimas me incomodam muito, sobretudo quando as vejo. Ora, com esta ministra, é bem provável que cada casa não possa ter mais que meia dúzia de ratos e duas dezenas de baratas.  As restantes criaturas vão ter que emigrar, mesmo que sejam ratos cultos e baratas com estudos. Pela primeira vez, vou aplaudir uma medida deste Governo.

Voltando à vaca fria, diz-me a experiência que isto vai acabar mal. Já são muitos anos a virar frangos. Todos as manhãs,  vou ver as notícias na Internet com a pulga atrás da orelha. Sinto-me inquieto, não consigo relaxar, parece que tenho bicho carpinteiro. Não vejo solução, para quem ainda acredita em  revoluções em Portugal, é melhor tirar o cavalinho da chuva. Chegou a hora das bestas e não se vislumbram sinais de revolta no Zoo. POPEYE9700@YAHOO.COM

 

 

E O ENCARNADO FICA-VOS TÃO BEM...

Outubro 18, 2013

Tarcísio Pacheco

 

 

IMAGEM: http://sorisomail.com/imagens-engracadas/94721.html

 

 

E O ENCARNADO FICA-VOS TÃO BEM…

 

 

 

HELIODORO TARCÍSIO

 

Uma pesquisa da Universidade Católica acaba de revelar que há mais tendências homossexuais entre os adeptos benfiquistas.

Na realidade, eu já sabia há quilómetros de tempo. Mas mantive-me calado, todos estes anos, para não magoar ninguém. Até porque eles, como é lógico, são muito sensíveis e magoam-se facilmente. E eu não gosto de ver ninguém chorar. Contudo, eu já sabia porque havia muitos indícios. A começar pela cor favorita, o vermelho, que eles tem a garridice de designar por encarnado. Quem não os ouviu já entre eles “Ai Camané, estão tão giro hoje, essa licra encarnada fica-te a matar…”Toda a gente sabe que vermelho é uma cor gay, viva e espampanante, a cor das malucas. Que na mãe natureza está frequentemente associada ao cio, como a gente vê no National Geography Channel, quando eles fazem close-ups do traseiro de fêmeas de babuíno. Mais um indício científico. Tendo em conta o forçoso decoro social, entre os adeptos benfiquistas, esse código natural é substituído pelo cachecol rubro ao pescoço. Aliás, o clima geral beneficia estas tendências, que a ciência vem agora confirmar. Isto começa logo na infância e é genético, não há nada a fazer. Numa idade em que os miúdos heterossexuais penduravam no quarto calendários com gaijas mamalhudas, que eles roubavam da oficina do pai, os meninos benfiquistas penduravam um poster em tamanho natural do Nuno Gomes, que era tão giro, tão louro e tinha umas coxas musculosas, em pleno estádio, num dia de chuva, a fazer que cabeceava, enquanto centenas de gotas de chuva irrompiam das suas melenas e refletiam as cores do arco-íris. Um hino à beleza, uma coisa do outro mundo. Provavelmente ficavam, no mínimo, a olhar para aquilo a noite toda enquanto escutavam Boy George nos seus walkman. E o interesse mais que suspeito pelo treinador do momento? Que nunca é uma treinadora, já agora. Uma pesquisa complementar revelou que muitos adeptos, lá em casa, em plena intimidade, no momento do clímax gritam desvairados “Ai Jesus, Ai Jesus”… Querem melhor prova do que esta?  Tirando uma ou outra ovelha negra, que tem fantasias sexuais de mau gosto com o Dr. Alberto João, alguém já ouviu falar de um adepto sportinguista que, no momento do orgasmo, gritasse “Ai Jardim, ai Jardim” ? E o animal que simboliza o clube? No Sporting é um leão, o rei da natureza, um bicho bruto, preguiçoso e comilão, que usa e abusa das leoas, tudo coisa de macho. No Porto é um dragão, um bicho que nem existe, é tudo fantasia mas se existisse, pelo menos lançaria fogo pelas ventas. E no Benfica, o que é? Pois é, uma avezinha, um parente das pombas, das galinhas e dos periquitos. Que até vem comer à mão do dono… Quer dizer, um leão ruge, um dragão solta fogo e uma águia? Pia, pia fininho…Isto não podia ser mais claro.

Amigos benfiquistas, isto foi apenas uma croniqueta de jornal, inspirada numa notícia falsa humorística, que apareceu na Internet. Não fiquem amuados nem deprimidos. Nem tentem compensar comendo chocolate. E não, desculpem, sei que sou muito atraente mas não vos posso dar o meu número de telemóvel, a minha namorada não ia gostar. POPEYE9700@YAHOO.COM

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2002
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2001
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2000
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 1999
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Fazer olhinhos

Em destaque no SAPO Blogs
pub